Quanto da minha renda eu posso comprometer com empréstimos?

Quanto da minha renda eu posso comprometer com empréstimos?

 

Normalmente, quem precisa de empréstimo está passando por alguma situação de pressão, em que precisa tomar decisões rápidas e por isso, nem sempre faz as contas corretamente.

 

Porém, é muito importante considerar o valor que você necessita, quais as taxas de juros e o valor das parcelas, para não comprometer toda a sua renda no final do mês e você acabar se afundando mais em dívidas.

 

É importante sempre parar, fazer as contas e se elas não baterem, ligue o sinal de alerta, você está gastando mais do que ganha!

 

O empréstimo para servidores públicos possui uma margem, um percentual da sua renda líquida que deve ser respeitada, para garantir a sua liquidez, e ser algo que de fato vai de te ajudar e não piorar sua situação.

 

Essa margem é de 30% do seu salário líquido.

 

Esse limite, essa margem para empréstimo que pode ser utilizado em empréstimos, é também uma proteção para os contratantes.

 

A legislação que trata os empréstimos para servidores públicos garante que os contratantes não tenham toda a renda pessoal ou familiar consumida por empréstimos.

 

Resumindo, permite que você possa quitar as suas dívidas e manter as demais despesas essenciais, como habitação, alimentação e saúde, por exemplo.

 

Existem projetos de lei para o aumento desse limite, porém, muitos especialistas defendem que esse é o limite saudável para qualquer pessoa que esteja fazendo empréstimo.

 

Em síntese, saber o limite do quanto é possível comprometer da sua renda com empréstimos, pode te ajudar em vários sentidos, especialmente, para evitar um endividamento avalanche, que cresce mais a cada dia que passa, ao invés de diminuir.

 

Assim como todo empréstimo, você deve contratar de forma consciente. Se for bem utilizado, pode contribuir para realizar um sonho ou resolver problemas emergenciais.